Dia 1 Covid-19

Estou a passar por algo que em 43 anos nunca passei. Até há pouquíssimos dias, o termo pandemia consistia apenas numa palavra presente no dicionário. Enganado redondamente, o Covid-19 apareceu de rompante e nunca pensei passar por isto. Sendo um facto incontornável no dia de hoje, embora não sendo capaz de o alterar, cabe-me a mim, como a qualquer um de nós, uma palavra a dizer. Cabe-nos o papel de conter a propagação. Entre outros procedimentos, no meu caso, estou a trabalhar em casa. Teletrabalho também saltou do dicionário.

Se pensas negativo, a negatividade expande-se e chega-te aos ossos, ao tutano. Se pensas positivo, a tua vida torna-se mais leve e tudo o que te rodeia tem mais sabor. Se ainda não saboreaste, saboreia.

Por vezes nas maiores contrariedades surgem oportunidades fantásticas que nos fazem crescer, descobrir coisas belas, únicas e maravilhosas. Obrigado a sair da minha zona de conforto, não sabendo muito bem se estas palavras vão resultar, arrisco.

Há dois anos e meio tomei uma decisão arriscada, decidi ser consultor imobiliário. Fruto do foco, do rigor profissional, mas ao mesmo tempo por estar rodeado de uma grande equipa (a minha e a da ZOME), o resultado foi sempre ascendente.

Com vendedores e compradores com receio face à realidade, sem descurar todos os processos a decorrer, sem deixar de prospetar novos e impulsionar o marketing, sinto que estou a ser posto à prova.

Se queres vender ou comprar um imóvel (ou se conheces alguém que o queira fazer), mas sentes-te muito inseguro face ao panorama atual, compreendo, contudo, isso não te dá razão para parares. Sugiro que me contactes. Sem colocar em causa as recomendações e regras em vigor implementadas, temos soluções que te permitirão vender ou comprar “hoje”. Se optares pelo “amanhã”, contacta na mesma, desta forma planearemos com mais profundidade.

Que te parece?

Hoje tomei uma decisão, vou escrever um diário para Ti e tu?

Próximo post

Dia 2 Tecnologia

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar