Dia 39 Fotografia de Arquitetura

Na maior parte dos casos, uma nova angariação a ser lançada no mercado, requer uma reportagem fotográfica profissional.

Antes de ser consultor imobiliário, era só arquiteto (tomei a decisão em julho de 2017). No âmbito dessa minha profissão, estava habituado à fotografia de arquitetura, e profissionalmente escrevendo, não havia outro tipo de fotografia profissional digamos assim. Na fotografia de arquitetura, o fotógrafo tem de ter, e na verdade grosso modo todos os fotógrafos de arquitetura que conheço têm, uma sensibilidade diferente para mostrar o objeto.

Sei que não é justo pedir a um fotógrafo de imobiliário, fotografias de arquitetura (por isso mesmo têm nomes diferentes). Porquê? Por várias razões, mas destaco duas: a primeira, porque o custo de uma reportagem fotográfica de imobiliário é muito menor; a segunda, mais importante e óbvia, porque o próprio imóvel não tem a qualidade arquitetónica que gostaríamos.

Ao contrário dos Senhores vendedores que ao verem as fotografias do seu imóvel ficam na maior parte dos casos maravilhados, fico sempre com algum desapontamento em relação à expectativa que tinha. Apesar disso, se compararmos o resultado da nossa reportagem fotográfica de imobiliário, com a reportagem fotográfica caseira de muitos Senhores vendedores, então já durmo descansado. Em suma, há que melhorar sempre, mas um passo de cada vez e trabalhar com o que temos.

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar