Dia 54 Sabe muito bem

Para muitos sabe bem respirar o ar puro do campo, para outros o ar fresco do mar a entrar-lhe pelas narinas. Há quem goste do prazer de conduzir um carro desportivo, há quem se sinta preenchido em fazer voluntariado.

Cada um de nós é diferente e tem satisfação em tudo um pouco.

Por cá, sabe-me bem comer de seguida 1 kg de cerejas vindas do frigorífico, grandes, escuras e rijas; 1kg de figos bem maduros também não diria que não; vestir as minhas camisolas finas, lavadas e passadas a ferro; um bom filme no cinema, com pipocas, claro; estar com as minhas filhas “apenas” por ser pai delas. Em suma, poderia escrever um sem número de coisas simples da vida que me sabem bem, mas isso daria para um livro e tenho que continuar a trabalhar.

Em janeiro de 2020 tive uma reunião de pré-angariação de um T4 no Porto. Ontem, passados 5 meses, o vendedor enviou-me uma mensagem a informar que me iria entregar a angariação.

Quando existem estas surpresas, sabe muito, muito bem.

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar