Dia 82 Escritura adiada

Até hoje, das 34 escrituras agendadas, tive duas que não aconteceram no dia marcado, isto é 6%.

Há quase 2 anos, aconteceu a primeira, e não é que foi adiada por duas vezes. Um dos adiamentos aconteceu porque o representante do Banco se esqueceu de comparecer na escritura. Passo a explicar: naquele caso, como em tantos outros, o imóvel estava hipotecado ao Banco. Para que a escritura aconteça, é obrigatória a apresentação de um documento que se chama distrate de hipoteca. Este documento é emitido pelo Banco credor, e a troco do valor em dívida, o Banco declara a extinção da hipoteca. Desta forma o imóvel pode ser vendido sem ónus. Tudo se resolveu à terceira tentativa.

Ontem aconteceu um segundo exemplo, de novo por razão similar. Desta vez compareceu o representante do Banco, mas não com o distrate, pois segundo o Banco, extraviara-se nos CTT. A escritura não aconteceu, teve de ser adiada e os 5 assinantes acabaram por perder o seu tempo (eu também).

Há sempre o lado positivo “da coisa”. No que me toca, porque são casos pontuais, e porque mais dia menos dia vão voltar a acontecer, “espero que aconteçam mais vezes”. Acontecendo, é sinal de que se trabalhou para que as escrituras sejam agendadas. Há que relativizar, faz parte do percurso de quem é Consultor Imobiliário.

A propósito, é como pagar impostos, quantos mais pago, mais contente fico.

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar