Dia 108 O negócio caiu

Cada cliente é um cliente.

Estamos a promover um imóvel que teve uma proposta de compra e cuja negociação resultou num fecho. Resultado desse fecho, desencadeamos o processo para que o contrato-promessa pudesse ser assinado por ambas as partes. O nosso cliente vendedor já tinha assinado o contrato-promessa, só que, no momento da recolha da assinatura dos futuros promitentes-compradores, recebi a notícia que, afinal, estavam agora debaixo de olho de um outro imóvel.

Pelo menos eu, não sabia que estavam a jogar em duas direções (aqui entre nós, se calhar até estavam em mais).

Lamentavelmente tive de informar os (este sim) meus clientes e, apesar de me terem transmitido que são coisas que acontecem, ficaram dececionados, assim como eu.

Cada cliente é um cliente. Há os que valem (muito) a pena ter; pelo contrário, há os que mais vale nem conhecer.

Sei que são ossos do ofício, mas prefiro a carne.

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar