Dia 133 Fazer obras em casa? O que deve saber antes de começar

Couple in empty apartment measuring walls

Antes de fazer obras em casa, é muito importante preparar terreno e garantir que tudo vai correr com o mínimo de deslizes.

Dica 1: Saiba bem o que quer

Este é o chamado passo zero, é o zero porque é mesmo essencial que saiba exatamente o que quer no que toca a fazer obras em casa. Desenhe no papel, experimente diferentes soluções, peça opinião de amigos e até de profissionais, mas chegue primeiro a um esboço final do que quer.

Dica 2: Estipule um orçamento

Muito importante também é o estabelecimento de um orçamento para o trabalho que quer fazer. Faça um estudo o mais rigoroso possível, e estabeleça um valor realista e possível de cumprir. A partir daí já sabe que nem vale a pena ver soluções que tenham preços acima do estipulado.

Dica 3: Consulte várias opções no mercado

Um dos grandes erros que se pode cometer no que a fazer obras em casa diz respeito, é avançar logo com o primeiro orçamento que lhe apresentam. Nunca! Consulte o mercado, e peça valores a pelo menos três empresas diferentes e sempre discriminados. Só assim aumenta o seu poder de negociação, e pode ser até que consiga baixar o valor inicialmente apresentado por uma delas.

Dica 4: Prepare um cronograma (e conte com atrasos)

Este tópico é muito importante sobretudo por uma questão de gestão de expectativas. Quando pedir os orçamentos, peça sempre também os prazos de execução, a esses prazos acrescente uns dias para deslizes, que acontecem quase sempre. Por isso, se está a contar com essas obras para depois dar uma festa, convém que tenha margem para deslizes, e para as limpezas e arrumações posteriores.

Dica 5: Acima de tudo seja realista

Esta questão foi deixada para último, mas não é por isso que é menos importante, muito pelo contrário. Realismo acima de tudo. Em primeiro lugar, tenha em conta o orçamento que disponibilizou, e case isso com o resultado esperado (não pode esperar um resultado de mansão com um valor disponível apertado). Há boas soluções para todos os bolsos, e devemos ficar gratos pelas coisas que conseguimos.

Fonte: Ekonomista

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar