Dia 179 O agricultor

Ao longo dos últimos tempos tenho tido uma dúvida: não sei se sou só consultor imobiliário, se também agricultor.

Ontem recebo esta mensagem por email:

“Recorda-se de ter visitado no início do ano um T3 recuado junto ao metro (…) Eu e a minha esposa temos em perspetiva uma casa, mas para tal temos que vender a nossa (…)”

Assim que recebo uma mensagem com este teor, à partida, significa que o nosso potencial cliente demonstra interesse em que lhe promovamos o imóvel. Quando são mensagens recebidas fruto de reuniões ocorridas há “uns tempos”, sabe ainda melhor. Porquê? Porque há uma boa probabilidade de já serem casos aparentemente “perdidos” (embora não fosse o caso deste pois tinha um seguimento para fazer em dezembro de 2020).

Quem semeia habilita-se a colher.

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar