Dia 186 Profundamente grato

Gosto de oferecer rosas vermelhas num dia qualquer, sem ser no aniversário, sem ser no dia de S. Valentim, sem ser…

Há dois anos, no âmbito do imobiliário, fiz uma formação que se intitulava BOLD. Tinha sobretudo a ver com “mindset”, isto é, com a forma como nos debruçarmos, encaramos e organizamos os pensamentos do dia-a-dia. Como os ajustar de forma a termos uma posição perante a vida pessoal e profissional mais saudável.

Um dos exercícios que nos pediram para fazer, passava por ligar às pessoas que quiséssemos, pura e simplesmente para lhes agradecer. Apesar de ser um pouco teatral (não porque até não o sentíssemos ou reconhecêssemos, mas porque nos foi pedido para o fazer), o que é certo é que as pessoas do outro lado apreciavam o gesto inesperado.

Tão bom é receber, como oferecer.

Hoje não é um dia qualquer. A caminho do escritório, estava a ouvir a Rádio Comercial e o que escutei deu-me o mote para o texto de hoje. Hoje é o Dia Mundial da Gratidão.

A ti, que caíste aqui de paraquedas; a ti, que de vez em quando apareces; ou a ti, que nos segues todos os dias, o meu profundo e sentido agradecimento…

Post anterior

Dia 185 O Karaté Kid

Próximo post

Dia 187 O pedido

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar