Dia 225 Vendido terreno em Guifões, Matosinhos – Parte 2

(na continuação do texto de ontem)

– Sim, é possível.

No dia marcado, eu lá estava a ver o terreno. Percebido o imóvel, para que o pudesse promover, havia agora que convencer o Sr. vendedor a confiar no meu trabalho.

Surpreendentemente, ouço estas palavras:

– Ok, eu entrego-lhe o terreno para promover, e aceito tirar a minha placa de venda, mas em troca você tem de conseguir para mim o valor que eu quero.

– Agradeço, mas para esse valor as probabilidades de alguém lhe comprar o terreno são reduzidíssimas. Já reparou que é por essa razão que ainda não vendeu?

– Já lhe estou a baixar o valor que está a ser pedido.

– Para já não me está a baixar o valor, está sim a baixar o valor a si, para seu benefício. Ainda não chega, tem de ir pelo menos para este valor. (escrevo esse valor numa folha branca que sempre me apoia)

– Já lhe disse, ou é assim ou não promove.

Dando por mim a partir pedra durante 1h, ouço de seguida algo que não gostei. Naquele instante disse para mim mesmo: o que estou aqui a fazer? Da forma como ele quer, se viesse a promover, só virei a perder o meu tempo.

– Obrigado pelo seu tempo, mas dessa forma não nos vamos ajudar um ao outro.

Já no carro, respiro fundo e penso para mim mesmo, “é mesmo cabeça dura”… mal nós sabíamos que algures no tempo iríamos ser amigos…

(continua e amanhã)

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar