Dia 238 O guloso

Gostava de vos contar uma história.

Após um ano de promoção, encontrámos o promitente-comprador para um imóvel que estávamos a promover. Neste momento temos o contrato-promessa assinado e aguardamos a escritura. A promoção deste imóvel proporcionou-me recordações que guardarei na memória com especial carinho.

Uma das recordações que gostava de partilhar, tem a ver com o facto do diálogo com o nosso cliente ter sido sempre muito cúmplice. Definimos o caminho da promoção sempre juntos. Algures nas conversas que tivemos, dei conta que ele me tratava por tu, mas o contrário não acontecera. Um desabafo: talvez por defeito profissional não me saía, mas na verdade eu queria que saísse… nem que seja no dia da escritura, vou conseguir.

Outra recordação que gostava de partilhar, tem a ver com o facto de, já depois da promessa da venda da casa dele, o nosso cliente ter-me feito uma surpresa:

– Cláudio, quero que me marques uma visita a uma casa que te vou enviar o link, tem tudo aquilo que nós queremos.

Entusiasmado tanto quanto eles, por sua vez, já a contar com um negócio aparentemente caído do céu, ligo ao colega que promovia a casa.

– Bom dia, o meu nome é Cláudio Silva, e ligo-lhe no âmbito da casa “tal”, a mesma está disponível para visitas?

– Está sim.

– Sou seu colega na ZOME, e tenho um cliente comprador que me passou o link da casa que você promove, está qualificadíssimo para comprar, e gostaria de fazer uma visita. Podemos agendar?

– Eu não partilho.

(sobre a “batalha” que se seguiu não interessa escrever)

Há ações que têm de ser feitas:

– O guloso do colega da outra imobiliária não partilha os imóveis, para vocês não perderem a oportunidade de compra, sugiro que lhe liguem diretamente e agendem a visita diretamente com o caramelo. Se nesse processo precisarem de uma ajuda de amigo, por exemplo, ver se a documentação do imóvel está em conformidade, ou se precisarem de um parecer em relação ao contrato-promessa, não hesitem em ligar.

(dias depois)

– Então, sempre vão avançar com a compra da casa?

– Já Cláudio, temos o negócio fechado, vamos para contrato-promessa, nunca vi a minha mulher tão excitada com uma casa, mas sabes uma coisa, serás sempre tu que recomendaremos e a quem recorreremos. Hoje dás, amanhã colhes em dobro.

Post anterior

Dia 237 Waterdrop

Próximo post

Dia 239 Urtigas

Junte-se à discussão

Compare as listagens

Comparar