Dia 250 Cliente o mais inteligente

No âmbito da promoção de um apartamento T3 na freguesia de Valbom, concelho de Gondomar, ontem foi assinado o contrato-promessa entre as partes. Acontece que, neste imóvel, há um direito de preferência que tem que ser comunicado a quem o tem. Apesar deste formalismo, que garante a máxima salvaguarda às partes, acreditamos que o mesmo não vai ser exercido. Temos um impasse de 8 dias.Ainda no âmbito deste imóvel, o promitente-comprador ontem comunica-nos o seguinte:

– Cláudio, sabe porque é que estamos a assinar este contrato-promessa?

– Porque gostaram do apartamento.

– Claro que sim, mas não era isso que lhe queria dizer.

– Então?

– Porque no anúncio estava um vídeo no qual você apresenta o apartamento tal e qual ele é. Com as coisas boas, mas principalmente com as más ou menos boas, como quiser chamar. Isso chamou-nos à atenção para visitar. Acredita que até já tínhamos desistido de fazer visitas? Estávamos tão fartos de ver imóveis que se revelaram uma desilusão.

Post anterior

Dia 249 2 em 1

Próximo post

Dia 251 Tudo ou nada

Compare as listagens

Comparar