Dia 347 A dádiva

“Dou-lhe 3% de comissão.”

No âmbito de uma conversa com alguns vendedores de imóveis, por vezes sou contemplado com esta dádiva. Acontece que, como a maior parte dos humanos, tenho dificuldade no ato do receber.

Acredito que mais do que saber dar, saber receber é superior. Recebendo, envolve a outra pessoa, fá-la sentir bem. Muitas vezes, pura e simplesmente não damos conta do quão ganhamos em receber, por outras vezes não o sabemos fazer mesmo.

“Sr. vendedor, e se, fruto do meu trabalho, eu lhe conseguisse um interessado efetivo que lhe comprasse o seu imóvel pelo dinheiro que você pretende, esse mesmo, sem desconto, mais a minha comissão, vamos arredondar o valor, por exemplo 10%, o Sr. vendedor apenas me dava os 3%?

“Sr. vendedor, muito obrigado pelos 3% que me está a dar, mas não os posso aceitar. Na verdade, ainda não lhe consegui o comprador. Já agora, e porque estamos a conversar sobre dinheiro, aproveito a oportunidade para o informar de que, naturalmente com a expectativa de eu o vir a recuperar, o meu trabalho é gratuito. Não passará o meu trabalho por investir muito dinheiro no seu objetivo? Se não se importasse, posso ser eu a dar-lhe primeiro?”

Compare as listagens

Comparar