Dia 413 Vendido T1 em Mafamude, Vila Nova de Gaia

Enquanto Consultores Imobiliários de marcas mais generalistas, como é o exemplo da ZOME, da Century 21, da REMAX, da KW, da ERA, entre outras, por vezes fica no ar uma questão… é minha, mas acredito ser a de muitos outros colegas.

O que vale mais a pena? Promover um imóvel “baratinho”, ou um imóvel de “milhão”? A tentação diz o de “milhão”, mas o pragmatismo do quotidiano destas marcas, do seu “core business”, tem revelado algo diferente.

No caso da minha equipa, não temos tido a promoção de imóveis de gama elevada, mas é óbvio que os gostaríamos de promover… digamos que “ainda não calhou”.

Vejamos os factos: das 100 transações concretizadas pela equipa:

– Número de transações efetuadas de imóveis com valores superiores a 500.000€: 2 transações;

– 400.000€ a 500.000€: 2 transações;

– 300.000€ a 400.000€: 5 transações;

Independentemente do valor de cada imóvel, há sempre um facto que é transversal a todos. Cada negócio imobiliário tem sempre duas partes, duas motivações, e cada cliente tem a sua.

Deixo-vos um exemplo: ontem escrituramos um imóvel abaixo dos 100.000€, e a cliente compradora tinha uma motivação em forma de um sonho, ela queria mesmo muito ter a sua própria “casinha”.

Compare as listagens

Comparar