Dia 486 A trotinente da Maria – parte 2/2

(em continuação do texto de ontem)

Em consequência da agonia da máquina, e porque a Maria já não pesa o que pesava quando lhe ofereci a trotinete, na verdade um pai também não, o “upgrade” para uma trotinete superior tornou-se inevitável.

Numa breve pesquisa no OLX, encontrei uma trotinete à imagem da Maria. Por baixo da base da trotinete, existem uns leds. São leds que permitem ao usuário selecionar a cor, ora azul, ora vermelho etc.  e mais, piscam. Quase nova, ainda com a caixa original e dentro da garantia, iniciei uma negociação com o vendedor. Apenas consegui uma redução de 10€, o tipo era duro, e no âmbito das minhas filhas sou sempre mole.

Marcada a transação à porta do Supermercado Continente na Rua Mota Pinto no Porto, fiz o primeiro teste, e sim, a trotinete aparentava estar impecável. Via MB WAY efetuei o pagamento, e já com a trotinete na mala do meu carro, dirigi-me ao vendedor e agradeci-lhe.

A caminho do carro para me ir embora, pensei para mim mesmo: “porque não?!”

Voltei para trás — Desculpe, tem aqui o meu cartão profissional, sou Consultor Imobiliário. Já agora, conhece alguém que queira vender ou comprar uma casa? — Perguntei eu sabendo que a estatística não me era favorável.

Engraçado, eu quero vender o meu apartamento. — Respondeu ele.

Olhei para o relógio, estava com tempo. Lá fomos ver o apartamento…

Hoje a Maria faz 11 anos, a “trotinete pisca pisca” é o seu presente de aniversário.

Compare as listagens

Comparar