Dia 501 A história da Catedral

“Debrucemo-nos sobre a história de dois pedreiros.

Você chega junto do primeiro pedreiro e pergunta: “gosta do seu trabalho?” Ele olha para si e responde:

“tenho estado a construir esta parede desde que me lembro. O trabalho é monótono. Trabalho sob o sol abrasador durante todo o dia. As pedras são pesadas e levantá-las dia após dia pode dar cabo das costas. Nem sequer tenho a certeza se este projeto estará concluído no meu tempo de vida. Mas é um trabalho. Dá para pagar as contas”.

Você agradece-lhe pelo tempo dispensado e segue.

Um pouco mais à frente, depara-se com um segundo pedreiro. Faz-lhe a mesma pergunta: “gosta do seu trabalho?” Ele olha para si e responde:

“adoro o meu trabalho. Estou a construir uma catedral. É certo que estou a trabalhar nesta parede desde que me lembro, e sim, o trabalho por vezes é monótono. Trabalho sob um sol abrasador durante todo o dia. As pedras são pesadas e levantá-las dia após dia pode dar cabo das costas. Nem sequer tenho a certeza se este projeto estará concluído antes de eu morrer. Mas estou a construir uma catedral.””

Extraído do livro Primeiro Pergunte Porquê, Simon Sinek (edição lua de papel, página 110)

Post anterior

Dia 500 500 dias

Próximo post

Dia 502 No ouvido

Compare as listagens

Comparar