Dia 513 A ressurreição do pai do Aristides

Estou a escrever este texto e o relógio marca 10.52h. Há 52 minutos, estava marcada uma visita a um imóvel que a Equipa CS está a promover. Trata-se de um apartamento que (vá lá) dista apenas um minuto a pé do apartamento onde resido. Os meus vizinhos/clientes estavam com a expetativa natural neste tipo de situações; como é óbvio, eu também, ainda para mais é um apartamento que já tem um par de meses de promoção, e até ao momento só teve uma visita.

A interessada confirmou-nos a visita ontem. Hoje, à hora marcada (10h), liguei à interessada com o objetivo de informar que já chegara e se precisava de alguma ajuda.

Sr. Cláudio, peço imensa desculpa, mas surgiu… —  Se bem que a razão que ela me deu foi bem diferente, naquele preciso momento lembrei-me da história da ressurreição do pai do Aristides.

Há dois anos o Aristides, tinha um compromisso que se vira obrigado a faltar, coitado… o pai acabara de falecer nesse mesmo dia. No ano passado, coitado do infortúnio do Aristides, homem a passar por momento difícil… no âmbito de outro compromisso, não é que o pai falecera de novo?

Aqui que ninguém nos lê, confesso, respirarei fundo…

Compare as listagens

Comparar