Dia 576 A esferográfica da Sofia

Há dois dias aconteceu algo extraordinário.

No interior do gabinete 6, espaço de trabalho disponibilizado pela ZOME para a Equipa CS, estava eu, o Moisés Teixeira (Especialista de Compradores da equipa), a Sofia Rangel (Assistente da equipa), e um colega Consultor Imobiliário da ZOME.

Já não me recordo a razão pela qual o nosso colega estava no nosso gabinete, talvez precisasse de ajuda, ou talvez informação adicional sobre um dos imóveis que a Equipa CS está a promover.

Um parêntesis: enquanto Arquiteto, recorro muitas vezes ao papel para riscar a mensagem que quero passar.

No decorrer dessa conversa estava a passar a minha mensagem… de repente, senti a necessidade de recorrer a uma folha de papel. Baixei-me, e peguei numa folha lisa, branca e A4. Precisava de uma esferográfica, e ao dar início à minha procura, deparo-me com um braço estendido, o da Sofia. Na sua mão, sem tampa, na vertical, logo ali, uma esferográfica pronta a pegar.

Imediatamente parei tudo e, em tom de brincadeira (séria), não resisti, transmiti em voz alta o que me ia na alma: “Fogo, que eficiência, reparem no que esta caramela acabou de fazer, está cada vez melhor.”.

Um segundo parêntesis: gosto de caramelos e o termo caramela remete a algo doce.

Obviamente a história desta esferográfica é um detalhe, mas há detalhes que fazem toda a diferença.

Viva a “Nossa Sofia”. Siga para a frente…

Compare as listagens

Comparar