Dia 609 Redes de pesca

Desde a Wikipédia cito o significado de redes de pesca: “Redes de pesca são aparelhos para pescar flexíveis, construídos principalmente com panos de rede, geralmente de fibras relativamente delgadas e com malhas de tamanho menor que a menor dimensão dos peixes ou mariscos que se pretendem capturar com elas.”

Ontem, recebemos um telefonema de uma pessoa (muito) interessada num imóvel que estamos a promover a venda. Durante o telefonema, esclarecemos algumas dúvidas e fizemos algumas perguntas técnicas, de qualificação do potencial comprador.

Uma das perguntas consistiu mais ou menos no seguinte: – Já agora, imaginemos o seguinte: o imóvel vai de acordo com a vossa expectativa, diria mais, supera, encanta… e o vendedor cede um bom desconto, por exemplo, pelo valor que acabou de referir. Se essas duas figuras acontecessem, estaria em condições de, por exemplo, em 2 dias, formalizar um contrato-promessa, com um sinal de 10%, de forma que pudéssemos reservar o imóvel para si, retirando-o do mercado?

Sim, sim, claro que sim. – Disse a voz do outro lado.

Realizámos a visita. Foi formalizada uma proposta de compra (pelo tal valor). Reforçámos a necessidade de avançar para o contrato-promessa com sinal, caso o vendedor viesse a aceitar. Ok da parte do visitante. Proposta de compra encaminhada ao vendedor. Vendedor em ponderação…

Duas horas depois recebemos uma mensagem do proponente a informar que, afinal, teriam que ter mais segurança financeira da parte do crédito bancário que viabilizará a operação, e “até novo contacto da minha parte, pode pôr o imóvel novamente no mercado.”

Ora bem, se o pescador quer pescar peixe graúdo, por muito largos “buracos” que as redes de pesca possam ter, mesmo não querendo, há sempre algum peixe miúdo que entra no barco.

Por escrever sobre peixe miúdo, outra citação desde a internet: “Forma de falar de um prémio ou recompensa que não vale a pena ser conquistado.”

Compare as listagens

Comparar