Dia 612 Rodeado de idiotas

Já lhe aconteceu entrar para uma reunião, passar lá horas a fio, e sair ainda mais confuso do que entrou? O que foi aquilo? Só se lembra de ver o chefe a inchar e começar a berrar. Recorda-se vagamente de se manifestar, mas em vão. Ninguém o ouviu, ninguém se entendeu. De volta à secretária, pergunta-se: estarei rodeado de idiotas?

Sim, sem dúvida. Os idiotas existem e estão em todo lado: no trabalho, nas repartições públicas… até na própria família!

Felizmente, na maior parte dos casos é possível dar-lhes a volta. E o primeiro passo é compreender melhor com que tipo de idiotas está a tratar – para saber como lidar com eles. Para facilitar a tarefa, deve dividi-los em quatro grupos genéricos de personalidade, e atribuir uma cor a cada um:

Os coléricos (ou vermelhos): querem mandar, ponto final; e estão a borrifar-se para si e para os seus problemas pessoais.

Os sanguíneos (ou amarelos): andam sempre a mil à hora, cheios de ideias, não se calam.

Os fleumáticos (ou verdes): encolhidinhos, calmos, pacientes, odeiam fazer ondas.

Os melancólicos (ou azuis): impecáveis, arrumadinhos, secretária a reluzir, adoram folhas de Excel.

Todos põem à prova a sua capacidade de encaixe, mas com este livro, será que vou aprender a lidar com eles?

Compare as listagens

Comparar