Tudo o que precisa saber sobre a transferência do crédito habitação

 

A conjuntura atual, onde os bancos apresentam aos seus clientes melhores condições de financiamento, pode ser uma boa altura para quem pretende baixar as suas prestações mensais com o seu crédito habitação. Neste momento, onde já é possível conseguir taxas ou spreads de 1%, a transferência de um crédito habitação pode resultar numa poupança de milhares de euros no final do contrato. 

No entanto, antes de tomar a decisão de transferir o seu crédito habitação, é importante conhecer todo o processo, para que assim, possa tomar a melhor decisão.

 

Porquê transferir o crédito habitação? 

Existem 4 bons motivos para transferir o seu crédito habitação:

  1. Folga no orçamento mensal. A primeira justificação, e aquela com mais peso, para transferir o seu crédito habitação, deve passar pela sua situação financeira atual. Se considera o valor da sua prestação mensal muito elevado e precisa de uma folga no seu orçamento familiar, então este é um forte indicador que está na altura de rever as condições do seu crédito.  
  2. O dinheiro está mais barato. Com o clima económico positivo que se faz sentir, existe mais facilidade para a transferência de créditos. Principalmente se comprou casa nos últimos anos (sensivelmente nos últimos 10 anos), os bancos nessa altura tinham menor liquidez, faziam créditos habitação com spreads mais elevados.  
  3. Spreads a 1%. Dependendo das condições atuais do seu crédito habitação, sugerimos a transferênciavisto que já conseguimos encontrar no mercado spreads muito baixos. Isto vai permitir ter poupanças de milhares de euros no final do contrato. Assim, paga menos juros pelo mesmo empréstimo, poupando mensalmente na sua prestação. 
  4. Produtos associados ao crédito habitação. Por último, mas não menos importante, deverá verificar se os produtos e serviços que contratou juntamente com o seu crédito habitação, não estão a encarecer as suas prestações mensais, produtos tais como: seguros, cartões de crédito ou contas-poupança. Esta pode ser uma forte justificação para transferir o seu crédito habitação.  

Portanto, já sabe, antes de decidir transferir o seu crédito habitação, analise todas as condições do seu atual crédito habitação versus as novas condições contratuais que lhe serão apresentadas.

Fonte: Doutor finanças

Compare as listagens

Comparar